"Abre a tua boca a favor do mudo... - Provérbios 31:8" ANO 25  
Menu
Início
Notícias
Nossa História
Artigos
Links
Fale Conosco
Fotos & Flashs
Enquetes
Igreja Presbiteriana
Audio (Podcast)
Video
Biblia Online
Teatro
Quem somos?
Peças
Oficina
Agenda
Notícias
Música
Quem somos?
Homenagem
Agenda
Notícias
Jornalismo
Quem somos?
Jornal ENFOK
Projetos
Agenda
Notícias
Procurar


Igreja em Células PDF Imprimir E-mail
Image

  

O Ministério de Igrejas em Células é realmente a última moda do momento? Ou é um despertar das igrejas rumo a unidade do corpo? Ou ainda a melhor maneira de tentar imitar a Igreja Primitiva?. Este artigo de Josué Tavaves ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. )  traz uma visão diferente do Ministério em Células que algumas igrejas tem adotado.  Aproveitando o resultado da nossa última enquete sobre Células nas igrejas, Josué traz uma diferente abordagem deste assunto trazendo uma reflexão sobre o tema diante da Palavra de Deus.


MINISTÉRIO EM CÉLULAS

Para alguns, monte; para outros, pequenos grupos. Alguns mais fundamentalistas, G12; os ecléticos, células. De uma forma ou de outra a ênfase é dada para grupos reunidos em pequenos números. Tem o objetivo de compartilhar vitórias e dificuldades, dedicar-se a oração, estudo da Palavra e evangelizar.

O livro de Atos dos Apóstolos, apelidado nos seminários teológicos de Atos do Espírito Santo, está cheio de passagens que reformam a idéia de reuniões familiares. Ele mostra um retrato de uma igreja operosa, perseguida e acima de tudo unida.Vez por outra o Apóstolo Paulo remonta em suas cartas a expressão: "os da casa de fulano..." O próprio Cristo escolheu doze e não quarenta para apóstolo. E com eles esteve até a crucificação, ressurreição e posterior assunção.

Mas se o tema é bíblico, se tem respaldo das escrituras porque provoca polêmica? Por que tantas divergências na execução daquilo que veio a se chamar vulgarmente de células?

Na verdade o Novo Testamento sempre preferiu olhar o corpo de Cristo como um todo e não como uma parte, uma divisão circunstancial. Em Coríntios observamos o apóstolo Paulo falando  que, apesar de sermos muitos membros, fazemos parte de um mesmo corpo.

Aonde queremos chegar com toda esta introdução? Na verdade, o objetivo é trazer uma reflexão de alerta. Tal alerta não serve para ter a idéia presunçosa de fazer o estimado leitor mudar de opinião. Aqueles que defendem com unhas e dentes, ou melhor, com o respaldo da Palavra, que continue praticando o ensinamento neo-testamentário. Os demais que preferem os ajuntamentos solenes, que não o façam apenas religiosamente, mas com todo o coração voltado para a adoração e a contrição.

Existe uma tendência no meio dos defensores dos pequenos grupos de comparar o Corpo de Cristo com um corpo humano normal, o que é altamente concebível, portanto, se um corpo é formado por células, logo o Corpo de Cristo também deve ser dividido por células. Entretanto o ônus da primeira concepção também trás contra-argumentos dos quais passaremos a enumerá-los:

 

  • A célula, apesar de ser o elemento essencial, "menor" e ter funções elementares de extrema importância para o corpo, ela faz parte de um organismo maior. Umas são células que formam o tecido epitelial, outras formam o coração, outras ossos, sangue, tecido adiposo, etc. Logo a primeira lembrança que devemos ter é que não existe célula independente do corpo. Se existe uma idéia fixa no Novo Testamento, esta idéia chama-se interdependência. Uma célula que não quer viver junto com outras, esta estará fadada à morte.
  • O segundo ensino bíblico é que ninguém é melhor que ninguém, não existem mais importantes. Todos são importantes diante de Deus, todos têm um papel fundamental. Entretanto, nunca é demais repetir, o organismo tem muito maior relevância do que a célula isoladamente. Uma célula do tecido nervoso não é nada isoladamente, a razão dela existir consiste na sua utilidade no corpo.
  • Por fim, a única célula que se multiplica sem objetivo algum por todo o corpo são as células cancerígenas. Estas sim temos que ter bastante cuidado. Segundo os biólogos estas células são as mais belas do corpo e não se reproduzem por que existe uma ordem expressa do sistema nervoso central de que elas devem ficar como estão. Porém, por motivos que a ciência ainda desconhece, tais células começam a se reproduzir indiscriminadamente, causando a metástase.
Em suma, o risco destas reuniões é que elas virem um fim em si mesmos, que elas se isolem formando outras denominações a partir de heresias provocadas por experiências pessoais, que suscitem lideranças "cancerígenas", provocando a metástase do corpo chamado de Cristo. Célula que não considera o organismo a qual faz parte, que por sua vez não considera o corpo de cristo, e por fim o cabeça que é o próprio Senhor Jesus Cristo, deve ser retirada do corpo por não se tratar de célula mas de tumor. E tumor vem para destruir, para adulterar, causar turbulência ao corpo. Quem veio para roubar, matar e destruir foi o inimigo de Deus. Uma igreja madura não pode se deixar influenciar por modismos que vem como uma onda e logo depois desaparecem com a mesma força deixando as marcas no chão. É preciso estabelecer regras claras, lideranças comprometidas com Cristo e a Igreja, não perder de vista a visão do todo. Sem tal visão, jamais conseguiremos atingir os nossos objetivos mais elementares.

"...querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do  ministério, para a edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos a unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito,à medida da estatura completa de Cristo; para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes, segundo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo. Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor." (Efésios 4:12-16)
 
Obs: A Figura que ilustra este artigo, foi retirada do site http://www.celulas.com.br 
 
 
Josué Tavares de Menezes
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Diretor de Teatro. 
Última atualização em Ter, 08 de Maio de 2007 14:08
 
Enquete
On-line
Nós temos 58 visitantes online
Últimas Notícias
Mais Lidos
O Ministério Operação Reconstrução é Afiliado a Igreja Presbiteriana de Rio Doce - Olinda-PE